Malta, essa pequenina ilha na Europa já foi um dia a minha casa. Eu e meu esposo moramos por um ano neste país, que eu posso resumir em um tanto curioso e diferente. Você está interessado em conhecer mais sobre este lugar, quer saber se é a opção certa para suas férias ou para aprender inglês? O que fazer em Malta? Veja mais sobre esse destino turístico de um clima agradável, águas cristalinas e muita história!

Sendo honesta, nós decidimos nos mudar para Malta pelo clima. É sério gente! Estávamos cansados de muitos anos de frio e tempo nublado na Irlanda e Alemanha, daí olhamos no mapa e ficamos em dúvida entre Espanha, Portugal, Itália e Malta. O fato que eles falam inglês nos ajudou na decisão, mesmo que seja com um sotaque muito forte, pois a língua maltesa oficial é uma mistura de árabe com italiano. Daí, você pode imaginar…

Independentemente da época do ano que você visitar Malta e a capital Valletta, certamente encontrará algo interessante pela cidade: seja na arquitetura, na história, nas pessoas e muito mais. Convido você a conhecer este país europeu pequenino que pode conquistar seu coração…ou não (risos).

Malta, Europa
Cidades em Malta

Alguns fatos sobre a ilha de Malta – Guia de viagens

  1. Para quem pensa em dirigir, a mão esquerda prevalece no país.
  2. A ilha é muito famosa entre mergulhadores com sua história de mais de 5000 anos.
  3. Alguns locais em Malta já foram cenas de filmes de Hollywood.
  4. Comino, a menor ilha é praticamente desabitada.
  5. Lagoa Azul é a maior atração e não é difícil entender o porquê.
  6. Existem 365 igrejas em Malta, uma para todos os dias do ano.
  7. No caminho para o Egito, Napoleão chegou a Malta e assumiu o poder derrotando os cavaleiros em 1798.
  8. Malta já fez parte do Reino Unido, mas desde 1964 é um país independente.
  9. Os árabes governaram essas terras por dois séculos. O legado de seu domínio pode ser visto na língua maltesa.

1. Um pouco da história de Malta

Os monumentos mais antigos desta pequena ilha são os misteriosos templos megalíticos em Antgantija, perto de Xagħram em Gozo, bem como Ħaġar Qim e Mnajdra na costa sudoeste da ilha principal. Estes datam entre 3800 e 2500 aC.

Entre 800 e 218 aC, Malta foi colonizada pelos fenícios e cartagineses e depois se tornou parte do Império Romano. Em 60 dC, São Paulo atracou seu barco na ilha, onde (segundo o folclore) ele converteu as pessoas ao cristianismo. Os árabes chegaram à ilha em 870 e tiveram um impacto significativo na agricultura e na língua, dentre outras culturas que governaram posteriormente.

Valletta, Malta, Europa
Valletta, Malta, Europa

Em 1530, as ilhas foram entregues aos Cavaleiros da Ordem de São João, uma organização cruzada religiosa fundada em Jerusalém. Os cavaleiros expulsaram os invasores em 1565 e foram considerados os “salvadores da Europa”. Logo depois, porém, a influência da Ordem diminuiu e Napoleão se rendeu sem lutar em 1798.

Os britânicos ajudaram a libertar Malta em 1800 e começaram a transformar a ilha em uma importante base naval. Este novo membro do Império Britânico sofreu muito com os bombardeios durante a Segunda Guerra Mundial.

Igreja em Malta
Malta tem mais de 300 igrejas!

O país conquistou a independência em 1964 e se tornou uma república em 1974. Em 2004, Malta entrou para à União Europeia.

2.Como chegar a Malta?

As duas rotas mais populares são:

De avião – Várias empresas aéreas europeias voam para a ilha na maioria das grandes cidades da Europa.

Air Malta, empresa aérea que voa para Malta
Air Malta, compania aérea do país

Pelo mar – seja com um navio de cruzeiro ou de balsa. A rota mais popular é saindo de Pozzallo, na Sicília (Itália).

3.Atrações na ilha – o que fazer em Malta?

O país é minúsculo, mas tem uma grande variedade de belas paisagens, praias, arquitetura e lugares históricos para visitar.

Valleta em Malta
As ruas de Valleta, a capital de Malta, Europa

1.Valletta

É uma das menores capitais da Europa, mas atualmente está passando por uma grande mudança à medida que o interesse internacional cresce na região. Seu patrimônio arquitetônico e histórico é belíssimo e respeitado. O Palácio dos Grão-Mestres e a Co-Catedral de São João são lugares a serem visitados.

Palácio dos Grão-Mestres visitar em Malta
Palácio dos Grão-Mestres, Malta, Europa

No lado oposto de Grand Harbour estão As Três Cidades (Vittoriosa, Cospicua e Senglea), que originalmente eram o lar dos cavaleiros e, posteriormente, dos estaleiros durante o período do domínio colonial britânico. Todas estas pequenas cidades na ilha escondem muito do seu charme histórico em ruas tranquilas, com poucos visitantes e bons pequenos restaurantes e bares.

2.Mdina

Na parte central de Malta você encontra a Mdina, antiga capital da ilha e um dos melhores exemplos do mundo de uma cidade envolta por uma muralha medieval que ainda é habitada. Rabat, não muito longe dali, também esconde tesouros antigos.

Medina em Malta, Europa
Mdina, outra cidade na ilha de Malta que mais parece um cenário de Game of Thones.

A bela Mdina inspira um ótimo cenário de filmes, não acha?

Malta central é dominada pela grande cúpula de Mosta, pois as igrejas são famosas nessa ilha. Enquanto isso, Sliema, St. Julians e Paceville se tornaram uma zona importante e badalada, com muitos turistas, restaurantes e vida noturna.

.3.O norte da ilha

O norte da ilha também é conhecido pelas cidades de Bugibba e Qawra, que fazem parte da cidade da Baía de São Paulo. Nas proximidades, encontram-se as raras praias de areia da ilha e sem dúvida, as mais populares são Mellieha Bay (também conhecida como Ghadira), Golden Bay e Ghajn Tuffieha, Paradise Bay.

Ghajn Tuffieha praia de areia em Malta, Europa
Ghajn Tuffieha, uma das praias mais calmas e bonitas de Malta, Europa

4. Popeye Village

Próximo a Mellieħa, a Popeye Village foi construída como um cenário para a produção do longa-metragem musical Popeye de 1980, produzido pela Paramount Pictures e Walt Disney Productions, estrelado por Robin Williams. Depois, convertida em um pequeno parque de diversões composto por uma coleção de prédios de madeira rústicas. Está localizado em Anchor Bay, a 3 km do centro de Mellieħa em Malta.

Popeye Village em Malta, Europa
Popeye Village, um cenário muito fofo de casinhas de madeira coloridas.

Próximo a Mellieħa, a Popeye Village foi construída como um cenário para a produção do longa-metragem musical Popeye de 1980, produzido pela Paramount Pictures e Walt Disney Productions, estrelado por Robin Williams. Depois, convertida em um pequeno parque de diversões composto por uma coleção de prédios de madeira rústicos e desorganizados. Está localizado em Anchor Bay, a 3 km do centro de Mellieħa em Malta.

5. Comino

Se você tiver oportunidade também visite a Lagoa Azul em Comino, que é belíssima e tem às aguas mais cristalinas de Malta. Você pode ir de barco saindo de Sliema ou de St Pauls Bay (Baía de São Paulo). Tente ir o mais cedo possível já que o espaço é pequeno e se houver muitos turistas você não terá espaço para descansar e nadar.

Comino em Malta, Europa
Comino, aqui a água é transparente. Um paraíso para nadar

5.Onde se hospedar em Malta?

5.1St. Pauls Bay e região – uma área próximo as praias

Buġibba, Qawra e St. Pauls Bay são três pequenas cidades que mais parecem vilas e fazem fronteira entre si na costa norte de Malta. Há sempre algo acontecendo nesta área no verão, mas é tranquilo no período de inverno. A baía de St. Paul é a menos povoada no verão porque é a parte antiga da cidade.

Praias: praia artificial em Bugibba, praia rochosa em Qawra (conhecida como Ta` Fra Ben) e a Baía de St. Pauls que não tem praia e apenas uma orla para caminhada. Há uma mistura de hotéis econômicos e alguns 4 estrelas, mas não há resorts de luxo.

Localização: Com a estação de ônibus local, você pode chegar a quase qualquer lugar de transporte público. Você está entre as praias mais ao norte e lugares ricos em cultura e história, como Valletta e Mdina. A partir daqui você também pode fazer passeios de barco a Comino e Gozo.

San Antonio Hotel + Spa All Inclusive

San Antonio Hotel em Malta
San Antonio Hotel em St Pauls Bay, Malta

O San Antonio Hotel & Spa tem vista para a Baía de São Paulo em Malta. Desfrute de piscinas internas e externas e um spa de estilo marroquino com banheira de hidromassagem, sauna a vapor e academia.

 AX Seashells Resort

Hotel Malta em Qwara, Ax Seashells Resort
Ax Seashells Resort em Qwara, próximo a St Pauls Bay.

Localizado na costa, este hotel AX Seashells Resort oferece vistas do Mar Mediterrâneo no distrito de Qwara, na Baía de São Paulo. Possui uma piscina com área de hidromassagem e também uma piscina infantil com escorregador, além de ter um centro de bem-estar.

Pebbles resort

Pebbles Resort em Malta, Europa

O Pebbles Resort em Malta, Europa

O Pebbles Resort tem um restaurante, piscina externa, bar e lounge compartilhado. Com um terraço, este hotel de 4 estrelas oferece quartos com ar-condicionado e Wi-Fi gratuito. A propriedade também oferece serviço de câmbio.

Apartamento Simply British – opção mais barata e confortável- 95 metros quadrados

Apartamento mobiliado alugar Malta
Apartamento que você aluga pelo booking.com, só clicar no link acima, chamado Simply British


Localizado na Baía de São Paulo, a 300 m da Praia Buggiba, o Simply British Apartment oferece vistas da cidade e Wi-Fi gratuito, além de ter 95 metros quadrados. Algumas unidades estão equipadas com ar-condicionado, TV de tela plana, máquina de lavar roupa e chaleira, e cozinha completa. O apartamento oferece um terraço.

Sea Breeze Bay Guestrooms – opção barata, pousada com quartos individuais

Pousada em Malta, Europa
Pousada com boas avaliações e boa localização em St Pauls Bay, Malta

Com um terraço, o Sea Breeze Bay Guestrooms está situado na Baía de St Paul, na região de Malta, a 400 m da Praia Buggiba. A acomodação possui uma cozinha compartilhada, Wi-Fi gratuito e quartos individuais equipados com ar condicionado, uma televisão de ecrã plano, banheiro privativo e outros detalhes.

5.2 Sliema – uma das áreas mais badaladas e famosas por turistas em Malta, mas não está tão próximo das praias de areia.

Sliema fica do lado oposto a Valletta, a capital da ilha. É uma região turística e popular durante todo o ano e conhecida também pelas lojas, restaurantes e alguns prédios modernos.

Praias: somente áreas de praia rochosa com a possibilidade de entrar no mar. Essas outras você encontra na parte norte de Malta.

Existem boas acomodações para viajantes com orçamento limitado e mochileiros, além de bons hotéis de 4 e 5 estrelas. É uma boa localização para explorar Malta para quem quer estar no meio da cidade em si, além de ser bem conectado com o transporte público.

Aqui é possível atravessar o mar de barco e visitar Valletta e também Comino que fica a 30 minutos (ou mais ) de distância.

Ax The Palace Hotel

Ax The Palace Hotel em Malta
Ax The Palace Hotel em Sliema, Malta

Este hotel 5 estrelas fica apenas a 500 metros de uma das paradas de transporte público em Sliema e da estação de barco até Valletta. Dispõe de uma área de bem-estar na cobertura, com piscina infinita e vista para o Mediterrâneo. A maioria dos quartos possui uma varanda com vista para e o porto.

Pebbles Boutique Aparthotel

Pebbles Boutique aparthotel em Malta
Pebbles boutique Aparthotel em Malta, Europa

A propriedade possui um salão de beleza e uma jacuzzi na cobertura com vista para o Mar Mediterrâneo. No verão, o Aparthotel Pebbles oferece acesso gratuito ao Medasia Beach Club. Aqui você pode alugar guarda-sóis e espreguiçadeiras durante a semana.

1926 Hotel & Spa

1926 Hotel em Sliema, Malta
1926 Hotel & SPA em Sliema, Malta

O 1926 Hotel & SPA está localizado a poucos passos da praia de rochas e do porto de balsas para Valletta. O hotel possui um spa e centro de bem-estar, bem como um restaurante, um bar e uma vista incrível.

Pousada Backstage Boutique Music Themed Townhouse

Pousada em Sliema Backstage Boutique Music Themed Townhouse
Pousada com boas avaliações em Sliema, Malta

Apresentando Wi-Fi gratuito e um terraço, o Backstage Boutique Townhouse oferece acomodações em Sliema. Cada quarto está equipado com uma TV de tela plana e alguns deles têm uma área de estar para relaxar após um dia agitado.

Cada quarto tem um banheiro privativo. Há uma cozinha compartilhada na propriedade onde chá, café e croissants gratuitos são oferecidos durante todo o dia.

5.3St. Julian’s e Paceville> Duas outras áreas turísticas e Paceville é famosa pela vida noturna.

Próximo de Sliema está St Julians e Paceville. Estes são locais turísticos o ano todo, popular entre jovens que procuram a vida noturna. Há uma boa seleção de restaurantes de qualidade e alguns pequenos bares.

Praias: praia artificial na Baía de St. George (não muito limpa, apesar dos esforços do governo local). Para opções decentes de praia rochosa: Sliema a uma curta distância, ou somente as praias do norte para um dia de relaxamento.

Há uma ampla variedade de opções de acomodações, entre resorts de luxo 5 estrelas a hotéis acessíveis de 3/4 estrelas, apartamentos privativos, pousadas e albergues para viajantes com orçamento limitado.

O transporte público é bom na região, o que significa que você pode chegar a Sliema em 10 a 15 minutos ou em uma hora e meia nas praias do norte. Também é possível embarcar e desembarcar para viagens rápidas de um dia.

Intercontinental Hotels Malta:

Intercontinental Malta, St Julians
Intercontinental Hotel em Maltta, europa

O InterContinental Malta está localizado no coração de San Julians, a apenas 200 metros de sua própria praia. Aguarde por quartos espaçosos com acesso Wi-Fi gratuito e uma varanda.

Hotel Juliani – Boutique Hotel

Hotel Juliani em Malta
Hotel Juliani,Malta

Este Boutique Hotel oferece um terraço com piscina na cobertura e um ambiente elegante. Espere uma vista panorâmica da Baía de Spinola. As comodidades gratuitas incluem acesso Wi-Fi e estacionamento.

Hotel Valentina

Hotel Valentina em Malta
Hotel Valentina em Paceville, Malta

No animado bairro de Paceville, este elegante hotel oferece piscina sazonal, Wi-Fi gratuito em todas as áreas e quartos com ar-condicionado além de móveis modernos.

Inhawi Boutique Hostel – Albergue, a opção mais barata de todas

Inhawi Boutique Hostel, Malta
Albergue em região central e de vida noturna com boas avaliações

O Inhawi Boutique Hostel possui piscina ao ar livre e vista para o mar. O albergue oferece acomodações em dormitórios com 2,4,6,8,10 e 12 pessoas por quarto. Algumas unidades possuem um terraço ou varanda. O acesso Wi-Fi gratuito está disponível por toda parte.

O albergue também oferece aluguel de bicicletas com um café da manhã continental, incluindo itens doces e salgados, frutas frescas e bebidas quentes.

5.4 Mellieħa -área mais calma e de praias de areia

Mellieħa é a região perfeita para quem busca mais calma e está interessado mesmo é nas praias de areia e mar cristalino. Embora seja um destino turístico, a vila em si não é tão cheia quanto você imagina.

A pequena cidade em si ainda oferece um vislumbre da vida diária em Malta e não é muito prejudicada pelos visitantes. Você encontra restaurantes e bares, mas não é um lugar pensado para a vida noturna.

Praias: Apesar da baía de Mellieħa, você pode facilmente chegar a outras belas praias da costa leste, como Għajn Tuffieħa e Golden Bay. Estas são bem relaxantes e extensas.

Praia em Malta
Għajn Tuffieħa, uma das melhores praias em Malta

Nesta região, há hotéis e resorts de 3/4 estrelas sem opções de muito luxo, mas os que tem são confortáveis. Apartamentos, pousadas e albergues podem ser encontrados aqui como opções alternativas.

Ideal para praias e você pode alugar um carro se preferir. É uma localização ótima também para visitar Comino e até facilmente pegar o ferry para Gozo (ilha separada do país. Alguns hotéis oferecem transporte gratuito para as praias.

db Seabank Resort + Spa All Inclusive

Hotel em Malta, Db Seabank resort
Db Seabank Resort hotel em Melieha, Malta

O DB Seabank Resort + Spa está localizado em uma área tranquila em Mellieha, diretamente na baía de L-Ghadira. Aguarde ansiosamente por piscinas internas e externas, instalações de bem-estar e inúmeras opções para refeições. Cada quarto tem um espaço de estacionamento reservado gratuito.

Maritim Antonine Hotel & Spa

Maritim Antonine Hotel em Malta
Maritim Antonine Hotel em Malta, Europa

O Maritim Antonine Hotel & Spa está localizado na cidade montanhosa de Mellieħa, apenas a 1 km da maior praia de Malta. Dispõe de uma piscina no último piso, um spa e 3 restaurantes. Você também pode esperar vistas panorâmicas sobre o mar e o campo.

 Ghand in-Nanna B&B – Pousada

POusada em Melieha, Malta
Pousada em Melieha com boas avaliações

Situado em Mellieha, a 1,3 km da Praia Mellieha Bay e a 1,6 km da Praia Ghadira Bay, o Ghand in-Nanna B&B oferece acomodações com Wi-Fi gratuito, ar-condicionado, lounge compartilhado e terraço. Os hóspedes da pousada podem desfrutar de um café da manhã continental e o serviço de aluguel de bicicletas e de aluguel de carros.

5.5 Valletta, a capital histórica de Malta

Valletta é a capital de Malta e oferece uma alta concentração de pontos turísticos, museus e atrações. É um ótimo local para se hospedar se você tem 1 ou 2 dias na cidade. Eu diria que Sliema é também uma boa opção para curto espaço de tempo. Se o seu interesse é praia, provavelmente essa não será a sua área de acomodação.

O que fazer em Valletta
Valletta

É um lugar único e está sempre movimentado pois além de turistas você verá a vida normal de pessoas trabalhando em um ambiente cheio de arquitetura barroca. Valetta oferece uma boa seleção de restaurantes de qualidade, lojas e museus para visitar.

Praias: Não há praias em Valletta, existem alguns lugares rochosos para dar um mergulho no mar. Há resorts de luxo de 5 estrelas e hotéis boutique que são os mais populares. Os apartamentos alugados e albergues em particular oferecem opções acessíveis.

O principal centro de transporte público está em Valletta, te levando a qualquer lugar em Malta. Os barcos para Sliema e também para a Sicília na Itália, chegam e saem da capital.

Casa Ellul

Casa Ellul, hotel em Valleta
Casa Ellul, Valletta, Malta

Este belo hotel está localizado em Valletta, na ilha de Malta. Está alojado em um edifício do século XIX. Aguarde ansiosamente por acomodações em um estilo único, com pisos originais de Malta. O acesso Wi-Fi gratuito está disponível em todas as áreas do hotel.

Osborne Hotel

Osborne Hotel em Malta
Osborne Hotel em Malta

O Osborne Hotel está localizado no meio das antigas fortificações de Valletta, próximo ao Cavalier St. John de Malta e da Co-Catedral de St. John (São João). Oferece acesso Wi-Fi gratuito em todas as áreas. Da piscina no terraço você pode desfrutar de uma vista maravilhosa.

Rosseli

Rosseli Hotel em Malta
Rosselli Hotel Valletta, Malta

O hotel está alojado em um edifício do século XVII, anteriormente pertencente a um membro dos Cavaleiros de Malta. Combina arquitetura barroca e instalações modernas, como Wi-Fi gratuito em todas as áreas. Um restaurante e bar também estão disponíveis. Um hotel muito bom para descobrir a beleza dos becos de Valletta.

Se você não encontrou um hotel, albergue ou pousada da sua preferência nas opções acima ou no site, confira também o serviço do Airbnb clicando aqui! Você pode alugar apartamentos mobiliados com mais espaço e privacidade.

6. Quanto tempo ficar em Malta?

Claro que isso depende da sua disponibilidade. Eu diria que 3 ou 4 dias é bom para explorar os lugares mais famosos do país, e em uma semana você teria mais calma para visitar as diferentes praias do norte.

A ilha é muito famosa por mergulhadores e se você se interessa pelo esporte procure por aulas com professores locais. O mesmo para outros esportes aquáticos. Na minha opinião, Malta não é um paraíso gastronômico. Há muitos outros países no mundo que a culinária realmente chama mais atenção do que a maltesa.

7. A ilha é recomendada para aprender inglês?

Eu diria que não, mas depende do caso. Você pode escutar de muitas agências de ntercâmbio que é recomendado para quem adora o calor já que eles vendem os cursos e é o trabalho da empresa, mas eu explico a razão de pensar assim na opinião de uma pessoa que aprendeu a língua do zero fora do Brasil e não tem nenhum interesse comercial.

Em Malta, as pessoas falam inglês porém a língua nativa é o maltês, que eu já comentei aqui ser uma mistura de árabe com italiano. A problemática disso é você escutar inglês quando as pessoas falam com você com um sotaque muito característico e forte que não corresponde a realidade dos países de língua nativa inglesa. Entre eles, é claro que conversam na língua oficial do país.

Eu fiz intercâmbio na Irlanda, aprendi inglês chegando sem saber nada e trabalhei no país legalmente por 3 anos e meio. Depois de morar em Malta, acredito que há uma diferença tamanha em aprendizado nos dois lugares. Particularmente, se você juntou o seu dinheiro com dificuldade pois tem um sonho de morar fora e aprender uma língua estrangeira, seja honesto consigo mesmo e invista em um país que possa aprender mais rápido e ficar mais focado. Assim, estará aprendendo a língua real para te ajudar na vida e no mercado de trabalho.

Sendo assim, só recomendo que as pessoas façam intercâmbio nos países que a língua inglesa é propriamente falada e não há uma segunda opção. Na Europa seria a Irlanda e Inglaterra. Nos Estados Unidos há inúmeras opções de cidades interessantes. Minha irmã também estudou na Irlanda e antes esteve na África do Sul, em Cape Town, e também achou o sotaque muito forte.

Entenda comigo que todos os países terão seu próprio sotaque ou gírias, até mesmo os que falam a língua originalmente. Por exemplo, o inglês britânico é diferente do americano e se você vai para uma cidade do interior pode ser ainda mais diferente, assim como é no Texas nos Estados Unidos.

Essa realidade também se aplica para o nosso português, há uma diferença entre os cantos do Brasil mas todos falamos a mesma língua. Não temos uma segunda língua também como oficial, a não ser talvez algumas cidades do sul que as pessoas possivelmente também falam alemão ou italiano.

Agora, porque na primeira frase eu mencionei “depende do caso”? Se por alguma razão de saúde ou escolha você não consiga viver em um país predominantemente frio, acredito que neste caso é melhor ir para Malta do que não estudar nada. Ao menos você terá muito mais contato com a língua inglesa do que no Brasil, além de conhecer uma cultura diferente.

Obrigada. Qualquer dúvida, comentário ou sugestão é só me escrever!

Thais Guimarães

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *